quarta-feira, agosto 22, 2007

THE GREATEST new!

Hahahahahahahahaha!

Hahahahahahahahahahahahahahahaha!

Me desculpem queridas Björk, Feist e Juliette: a Cat Power está na área. Björk, volte para o seu iglu, Feist engula sua voz (muito bela por sinal) e Juliette, vai fazer xilique na casa do caralho! Porra meu querido leitor, a mulher mais foda da música mundial voará aqui para Sampa, afim de nos proporcionar momento celestiais. E se você tem dúvida se o céu existe, ouça I Don't Blame You e entenda um pouco o que é estar nas nuvens.

Num post anterior eu havia dito que se não temos Cat Power, poderíamos nos contentar com a Björk... mas pelos deuses, eu estava muito conformado, no estilo 'quem não tem cão, caça com gato'. Mas a verdade é que o gato pode ser chutado no rabo porque a euforia é grande, no estilo 'soltar os cachorros', hehehehe.

Eu costumo comentar com um amigo meu sobre as sensações diversas que ocorrerão em meu corpo durante as horas que verei Chan Marshall destilando sua doçura por todo aquele auditório, acenando aos fãs apaixonados através daqueles gestos meigos e tímidos que ela faz com as mãos enquanto canta ou aquele balançar de pés inquietos. Aí sempre chego a conclusão: é algo que beira o sexual. Esse meu amigo, que prefiro manter o anonimato por questões de castração, diz que quando vir a dona Chan no palco, não sabe se vai considerar a existência de outras mulheres, afinal ele estará há poucos metros do que consideramos a perfeição feminina.

A voz dela flutua entre o afinado e o rouco, sim, aquela rouquidão que desliza por seus canais auditivos, preenchendo seu corpo e lhe deixando em estado sublime satisfação. Aquela voz que se adapta à tudo, do rock mais forte à mais calma canção, que se adapta até ao silêncio, é essa voz, esse sussurro dos deuses, que vamos ouvir no dia 25/10.

Faltam dois meses pro show, mas é baseado nessa expectativa que levitarei no mar da ansiedade, ouvindo mais do que nunca os discos dela, vendo os vídeos dela e esperando o dia em que discos e vídeos não existirão, substituídos pela presença física e ao mesmo tempo divina de Chan Marshall.

Foda-se, ela é um sucesso.

by Felipe Pipoko

2 comentários:

sull disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
-=|Ë¡ Jöãö!?|=- disse...

Justamente, eu irei no tim do rio de janeiro!
confesso que estou com muita vontade de ver a gata!
mas porra, pq sempre dificultam a venda de ingressos? eu não moro numa grande metrópole!!!
saco!